Você precisa escutar #23 – A arte pela arte.

Sia é uma artista que assim como outras pessoas quer ter o privilégio da privacidade, e mesmo não querendo parece que ela nasceu para fazer o que faz e o destino quis assim.

O você precisa escutar de hoje é sobre a arte que a essa incrível artista coloca em seus trabalhos simplesmente pela sua paixão pela arte. Mas antes de saber o porque disso tudo é muito importante entendermos Sia.

O início e o fim.

Nascida no sul da Austrália, Sia Fuler é filha de um músico e uma professora de artes, isso já mostra um pouco de suas influências. Com muitos caminhos que poderia seguir, ela hoje pode ser conhecida não só por sua música, mas também por suas incríveis composições e também direções.

Em 1997 a banda britânica Jemiroquai contava com a incrível cantora como segunda voz, fato que aconteceu quando ela mudou para Londres. Mas foi em 2000 que veio seu primeiro trabalho solo chamado Taken for Granted em parceria com a Sony Music, que rendeu à ela o 10º lugar na UK Singles Chart.

As coisas estavam indo muito bem até o sucesso de seu quinto trabalho We Are Born (lançado em 2010), onde Sia começou a ficar desconfortável com a fama. Foi nessa época que em entrevista a New York Times ela disse as seguintes palavras:

Eu só queria ter uma vida privada. Uma vez, meu amigo estava me dizendo que tinha câncer, alguém apareceu e perguntou, no meio da conversa, se poderia tirar uma fotografia comigo.

Entrevista ao New York Times

Após isso ela começo a usar máscaras ou alguma maneira de esconder o rosto em seus shows e até se recusou em promover a turnê da época.

As coisas começaram a ficar muito sérias e o que para muitos podia ser uma vida ótima, para a cantora australiana virou um pesadelo. Com o tempo a depressão foi ficando mais forte, a dependência de drogas e álcool à levaram até a desintoxicação e psicoterapia para conseguir deixar os vícios. Logo depois disso veio a pausa na carreira como cantora e começou como compositora.

A volta surpreendente

O que Sia não esperava é que logo no início da sua carreira como compositora uma de suas músicas iria explodir no mundo. Titanium era uma música feita para Alicia Keys que logo depois acabou sendo enviada ao David Guetta que colocou a música na sua demo em 2011.

[…] Eu nunca soube que isso aconteceria, e eu estava realmente chateada. Por ter acabado de me aposentar, eu estava tentando ser uma compositora, não uma cantora pop.

Entrevista a NPR Music

Ela claramente não parecia tão animada com o sucesso do single que alcançou por muito tempo o topo das paradas ao redor do mundo. Mas isso não impediu ela de fazer mais composições entre 2011 e 2013.

Artistas como Beyonce, Flo Rida e Rihanna contaram com composições de Sia, composições que você deve conhecer muito, afinal Wild Ones do Flo Rida foi a décima mais vendida em 2012 e Diamonds da Rihanna virou um fenômeno mundial.

Isso é muito SIA!

Sabe aquelas coisas que você escuta em uma música e lembra automaticamente de uma pessoa? Então isso acontece muito quando eu escuto Sia.

Por ser diretora e ter toda essa questão dela querer manter a privacidade, os clipes da cantora raramente são de fato com a cantora. Mas esse é um fator mínimo quando olhamos clipes como Elastic Heart (2015) que se passa com dentro de uma cela e conta com as atuações incríveis do ator Shia LaBeouf e a bailarina Maddie Ziegler (que aparece sempre em seus clipes).

O vídeo de Elastic Heart mostra exatamente o que a cantora passa na letra fazendo com que você fique preso por 5 minutos nesse vídeo.

Outra ótima investida da cantora foi o vídeo de Chandelier (2014). Sia nessa música já mostra que está em um patamar muito acima, com vocais que trocam de tom e sua voz marcante com um refrão extremamente forte. O clipe em si mantem o selo Sia de qualidade, com uma performance absolutamente incrível da bailarina e um cenário que faz toda diferença.

https://youtu.be/2vjPBrBU-TM

Mostrando que ela realmente nasceu para fazer arte, logo após o sucesso de Elastic Heart veio a incrível Cheap Thrills, uma música mais dançante da cantora que gruda como um bom hit de pop music. E quando pensávamos que não tinha como melhorar os clipes, Cheap Thrills elevou o nível com uma fotografia perfeita.

Espero que tenham gostado da dica de hoje. E se você não viu o último você precisa escutar, basta clicar aqui e curtir também um ótimo som que é da super talentosa Rosalía. Até a próxima 😀

Apesar da vida ser um grande episódio de Black Mirror ela as vezes tem seus momentos de Sta Wars e fica tudo lindo!
Post criado 108

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo