The Mandalorian – 2ª Temporada | Crítica

The Mandalorian é uma série rápida, mesmo tendo aumentado o tempo de cada episódio. São aventuras espaciais que aos poucos vão chegando no seu objetivo, nesse caso era entregar a criança para alguém de sua espécie, mas não é tão simples. 

O maior problema da série é pra quem não conhece Star Wars, afinal é bem difícil assistir sem ter algum tipo de ligação com o universo. 

Podemos dizer que a série é um faroeste no espaço, ver Mando se juntar a alguns amigos (ou nem tanto) para conseguir algumas trocas de favores é delicioso, não é um roteiro complexo ou muito difícil, pelo contrário. Mando precisa entregar o Baby Yoda para alguém que entenda ele,então vai atrás de informações trocando favores, até conseguir o que quer.

A superprodução da Disney + não deixa a série simples, não deixa nenhum pouco a desejar a nova leva dos filmes (apenas um CGI em específico achei fraco). Desde o animatronic da Criança até as lutas com sabre de luz, tudo é feito com muito carinho e cuidado.

Nessa temporada tivemos uma junção do universo, seja das animações, como Clone Wars, ou dos filmes da trilogia original. Apesar da Rosario Dawson, que interpreta Ashoka Tano, não ser uma ótima atriz ou a caracterização adulta da Ahsoka Tano não estar perfeita, o episódio e a colocação dela na história são muito bons. 

Ela não é só mais um personagem, é colocada como algo importante para a história. Já o Boba Fett é mais uma apresentação do que pode vir na série própria. A melhor das aparições de personagens já conhecidos não é só ver um rosto familiarizado, e sim como eles ajudam na história e evoluem.

Por isso afirmo, para quem nunca teve um primeiro contato com esse universo, não é uma série animadora, apesar dos fanservices fazerem muito sentido, há muita informação já preestabelecida por meio de outras mídias. Não que seja preciso assistir todos os filmes e animações e ler todos os livros para entender, mas ser apresentado através dessa série não é uma boa ideia.

The Mandalorian é para quem quer ver mais Star Wars e já viu todas as trilogias várias vezes, já viu todas as animações e mesmo assim quer mais. É uma carta de amor ao universo e uma prova que há muito o que contar. Não é algo inovador, talvez quem espera ver Star Wars com uma cara diferente se decepcione.

A série é isso, é assistir um pedacinho dos filmes que já estamos acostumados toda semana. É assistir uma aventura toda semana e sair satisfeito com isso, nada de muito complexo, assim como foi em 1977 ou 2015.

Nota da Crítica: 4,0 = ótimo

O critério de notas é estabelecido da seguinte forma: 

0,0 = péssimo

1,0 = ruim

2,0 = regular 

3,0 = bom

4,0 = ótimo

5,0 = excelente

fiz cinema e eu adoro filmes de terror e sci fi, principalmente se tiver pelo menos 30 anos de idade. adoro ficar discutindo séries por horas!
Post criado 12

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo