Você precisa escutar #37 – Jess Glynne

A voz que vamos falar hoje com certeza você já ouviu pelo menos 1 vez na sua vida. Jess Glynne é com certeza umas das cantoras pop mais talentosas que tivemos em nossa geração e é por isso que vamos dedicar nosso post hoje para ela.

Vamos dar um passo para trás quando saiu uma música chamada Rather Be do grupo Clean Bandit em 2013. A música na época foi um sucesso pelo mundo e foi exatamente ai que você ouviu a voz de Jess pela primeira vez.

Reconheceu né? Pois é meus amigos, a dona dessa voz incrível também vem consolidando sua carreira com os anos pelo mundo a fora. E o grupo britânico foi uma peça importante na vida dela, assim como ela foi na vida deles.

Nascida no Reino Unido, Jess Glynne iniciou mesmo sua carreira em 2013 e foi aproveitando as oportunidades que ela mesmo foi criando após o sucesso de Rather Be.

Ouvindo Jess Glynne é possível sentir a potência e a fragilidade da sua voz elevada ao máximo em todas as músicas, e quando não é as duas situações, pelo menos uma delas você vai identificar.

A canção com o grupo Rudimental (grupo que ela veio a conhecer após o sucesso da parceria com Clean Bandit) ilustra muito essa situação da voz dela. Olhem só.

Mas não se enganem, não é só de feat que vive essa incrível artista. Jess Glynne tem dois discos solos que rendem pra ela um reconhecimento muito forte levando ela para dentro de programas como The Voice e The X Factor.

A música I’ll Be There (2018) é uma dos singles de seu último disco que rodam o mundo e os ouvidos das pessoas, e também uma mostra o poder e o controle que Jess tem em sua voz quando precisa. Duvida? Vamos ver então aqui para encerrar uma apresentação surpresa dela no The Voice Australia e também o que os jurados falam dela.

Apesar da vida ser um grande episódio de Black Mirror ela as vezes tem seus momentos de Sta Wars e fica tudo lindo!
Post criado 108

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo