Não há idade para jogos

Não, este texto não tem absolutamente nada a ver com a minha idade, apesar de estar perto de completar 72 anos ao contrário. Mas fato é que não há idade para jogos, nunca teve. É uma ilusão considerar que jogar videogames é algo restrito para jovens e talvez isso se consolide pois com a vida adulta, os problemas e as preocupações, muitos não tem mais cabeça para sentar diante da televisão e jogar. Ultimamente isso tem mudado, já que é possível jogar pelo celular, deitado, descansando depois de um dia turbulento.

A ideia deste texto veio após ver uma série de atores, atrizes e apresentadores já na terceira idade que se apresentam como apreciadores de jogos de videogame. Por exemplo, temos o ator Antônio Fagundes (72) que foi recentemente filmado pela própria esposa em um momento de tensão enquanto jogava The Last of Us 2. Em uma entrevista, no ano passado, para a atriz Maria Zilda Betlhem, ele revelou adorar jogos e que os descobriu após os seus 60 anos. Na ocasião, revelou também ter ficado uma semana sem dormir jogando God of War, de PS4. Em uma postagem no twitter, a atriz Vera Fischer (69) postou uma foto em um cômodo de sua casa e o que chamou a atenção foi que ela tinha um Xbox 360, um cartucho de The Legend of Zelda: Majora’s Mask e inúmeras action figures de personagens de anime, jogos, etc. Além dela, a apresentadora Ana Maria Braga (72) postou em seu twitter que jogar é o que a deixa menos estressada no dia a dia, claro que com uma foto com um Playstation 2 e o 4.

Até a Namaria é gamer. Até ela. (Reprodução: Twitter @ANAMARIABRAGA)

Trazendo dados científicos para comprovar que jogos podem sim ser um belo passatempo para idosos, um estudo feito por pesquisadores da Austrália e dos Estados Unidos, mostra que idosos na faixa de 70 a 80 anos, que jogam videogames, podem realizar tarefas como se tivessem 50 anos. A questão é que quanto mais eles jogam, mais as funções cerebrais cognitivas vão melhorando conforme o tempo passa. É como se o cérebro fosse rejuvenescendo e melhorando coisas básicas do dia a dia, como atenção, locomoção, coisas que para alguns idosos é difícil de realizar por conta da idade. Podemos sim dizer que jogos são a fonte da juventude dos tempos modernos.

Por isso, concluo, que é importante estimular que os idosos estejam em constante atividade. Seja seu pai, mãe, avô ou avó, não importa. Ofereça algo simples que eles possam começar a pegar gosto. Pode ser um jogo bobo ou um mais complexo, desde que você esteja ali para auxiliar nas fases difíceis. Nesses tempos, manter o cérebro em pleno funcionamento também é uma boa qualidade de vida. E se os jogos proporcionam isso, por que não fazer uso deles? Então, vovôs e vovós, peguem os seus controles e divirtam-se!

Uma mistura de Capitão América com Doutor Estranho, das casas Stark e Targaryen, aliado dos anões da Terra Média, treino pokémons insetos e nas horas vagas um lolzeiro noob.
Post criado 58

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo